Mapa Mental 🤔 #25 | UOL fecha acesso para “blogs exclusivos”

Padrão

por ALEXANDRE GONÇALVES

Nesta edição do Mapa Mental:

UOL fecha acesso para “blogs exclusivos”
– Colunista surpreso: “Meu blog está fechado?”
Blogs valorizados
Mais uma do UOL
Fim do impresso diário para reforçar o digital
РGrande migra̤̣o para o digital em 2020
РTr̻s tend̻ncias no jornalismo
Globo e redes sociais

UOL fecha acesso para “blogs exclusivos”

Informei na semana passada, no Mapa Mental 24, citando o comentarista Reinaldo Azevedo, que o UOL fecharia o acesso para assinantes aos seus principais blogs. E a medida já começou a valer nesta terça-feira (6), sem nenhum comunicado em destaque no portal, com a seguinte lógica:

  • Limite de até 5 acessos gratuitos aos blogs exclusivos.
  • A partir do sexto acesso, o visitante é bloqueado e convidado a assinar por R$ 14,90 para ter acesso liberado com 7 dias grátis no pacote.

Entre os chamados blogs exclusivos estão Juca Kfouri, PVC, Mauro Betting, Regina Navarro Lins, Paola Machado, Josias de Souza, Bolívia (Desimpedidos), além do próprio Reinaldo Azevedo que deu spoiler da novidade em seu programa na BandNews FM.

Colunista surpreso: “Meu blog está fechado?”

O engraçado é que a medida pegou até mesmo colunistas do UOL de surpresa. Foi o caso do jornalista Maurício Stycer que soube por mim, pelo Twitter, que seu blog estava fechado para assinantes. “Meu blog está fechado?”, me respondeu Stycer ao tweet que mandei dizendo que o acesso está só para assinantes.

Blogs valorizados

São nove “blogs exclusivos” até o momento que estão com acesso limitado. A decisão revela um ponto importante na estratégia do UOL de reforçar sua blogosfera, como destacado no Primeiro Digital, quando da contratação dos jornalistas Jamil Chade e Mauro Cesar Pereira, em fevereiro.

Ou seja, investimento em grife e em conteúdo de qualidade que justifica a cobrança de acesso – caminho a ser seguido. E não será de se estranhar que a lista de “blogs exclusivos” para assinantes cresça nos próximos meses.

Mais uma do UOL

Já está disponível no Spotify e nas demais plataformas de áudio online, o UOL Entrevista, podcast que reúne entrevistas na íntegra de repórteres e colunista do portal com personalidades de diferentes segmentos da sociedade. A estreia do novo canal ocorreu no dia 31 última com a entrevista concedida pela ex-presidente Dilma Rousseff com o blogueiro Leonardo Sakamoto.

Fim do impresso diário para reforçar o digital

Seguindo caminho semelhante ao da Gazeta do Povo, de Curitiba, o jornal A Gazeta, do Espírito Santo, anunciou o encerramento de sua edição impressa diária a partir de 30 de setembro para concentrar esforços e recursos na sua plataforma digital. Haverá uma edição impressa de fim de semana. A novidade virá com um novo site e novas plataformas, como o noticiário em voz para o Google Assistente e newsletters diárias.

A Gazeta é parte do grupo afiliado da Rede Globo no Espírito Santo, que inclui também a rádio CBN, e sempre foi citado como exemplo de integração entre veículos de diferentes plataformas. Modelo, aliás, que atraiu profissionais de outros estados que visitaram a redação capixaba para entender mais sobre sua rotina multiplataforma.

Grande migração para o digital em 2020

O anúncio das mudanças nA Gazeta, “batem” com o artigo do consultor e analista da indústria de mídia, Ken Doctor, publicado no Nieman Lab e reproduzido no site da ANJ.

Diz ele que “o mercado jornalístico está à beira de ver, talvez já em 2020 – segundo alguns analistas de mercado –, uma grande migração das edições diárias impressas dos jornais para o meio digital”. Para ele, “a grande questão agora em muitas mesas corporativas é se o número certo de dias para serem cortados é cinco ou seis”.

O modelo 7/1 ou Domingo (ou fim de semana) + Digital, adotado pela Gazeta do Povo e que será também do Gazeta do Espírito Santo, deverá predominar segundo Doctor, com conteúdo focado em reportagens de profundidade. “Você verá isso muito mais”, diz.

Uma variação será o modelo 7/2, com impresso aos domingos (ou fins de semana) e mais um dia da semana. Uma sugestão de Doctor seria circular na quarta-feira com foco em anúncios com ofertas de supermercados, por exemplo, ou outro mercado com perspectivas de crescimento.

A decisão de encerrar as edições diárias envolve, na visão de Ken Doctor, o medo entre muitos publishers de que “haja algo de sagrado no hábito de sete dias”, diz, que para ele há muito tempo une as empresas jornalísticas e seus assinantes mais fiéis.

Mas entre o medo e a inércia de ver o bonde passar e seguir com um modelo esgotado, melhor quebrar uns pratos, não? Fica a dica especialmente para veículos de circulação regionalizada e que já unificaram suas edições de fim de semana. Uma passo já foi dado.

Três tendências no jornalismo

Enquanto crescem os debates sobre o futuro do jornalismo, três correntes da atividade se fortalecem no cenário internacional. São elas: Constructive Journalism, Listening Journalism e Dialogue Journalism. Todas têm em comum a centralidade do público no processo editorial e não apenas no fim da cadeia, como receptor, aos moldes do que a maioria dos veículos ainda trabalha.

Leia e depois conversamos sobre o artigo Três tendências no Jornalismo retomam a centralidade do usuário, da jornalista e pesquisadora Ana Brambilla.

Globo e redes sociais

Como destacado no site Propaganda & Marketing, Carlos Ferreira, supervisor de redes sociais do Grupo Globo, foi um dos palestrantes do Gramado Summit e revelou parte da rotina da empresa no uso de plataformas de terceiros.

Destaque para o uso de dados e a criação de estratégias para enfrentar as dificuldades de alcance no Facebook. Mas chama a atenção na apresentação de Ferreira a decisão da emissora de divulgar notícias de seus veículos na página oficial. “São conteúdos furadores de bolha”, diz, citando o exemplo do pai que desmaiou durante o parto do filho.

De acordo com o supervisor, a Globo possui 13 milhões de fãs no Facebook; 8,6 milhões no Instagram; 11,8 milhões no Twitter; 15 mil no Pinterest; e 59 mil no Spotify.

 

Mapa Mental é a coluna de notas e insights do Primeiro Digital. Sempre às terças uma nova edição.

Todas as colunas.


Receba as atualizações por e-mail. Saiba como.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *