Ventos e “tsunami” em SC: Faltou crédito, mas também faltou checar a veracidade das imagens

Padrão

O crédito Fotos: Internet foi apenas um dos problemas no post publicado na página do deputado catarinense Décio Lima (PT) citando os problemas causados pelo vento e pelo tsunami meteorológico que atingiu o Sul de Santa Catarina na tarde de domingo. Duas das oito fotos publicadas (sem créditos e sem legendas) não são nem de ontem nem de fatos ocorridos em Santa Catarina. Uma é de um vídeo publicado no YouTube em 2012 sobre três carros sendo engolidos pelo mar em São Luís, no Maranhão, e a outra, de 2014, é uma foto de um acidente ocorrido em Natal, no Rio Grande do Norte.

O problema é que não foi só a equipe do deputado que não fez o dever de casa e checou a veracidade das imagens. Veículos locais, estaduais e até nacionais também erraram em não conferir se era a imagem era mesmo referente aos fatos de ontem.

Por ironia, a imagem que os veículos usaram foi a dos três veículos sendo engolidos pelo mar. Assista ao vídeo de 2012.

Entre os veículos que usaram a imagem como sendo de Santa Catarina está o site da revista Isto É. São 20h45 e a imagem ainda está sendo usada na capa e na reportagem principalmente sobre os prejuízos. Além da imagem errada, o crédito carece de credibilidade: Divulgação/Facebook.

facebook istoe imagem fake

Aqui em Santa Catarina, o Diário Catarinense usou a imagem na chamada no Facebook, mas já retirou. E se desculpou pelo erro.

O site da CBN-Diário ilustrou sua principal manchete no decorrer do dia com a imagem fake. Agora está na área de chamadas secundárias.

Caso curioso é o site Içara News, que é da cidade de Içara, no Sul de Santa Catarina e próxima da cidades mais atingidas pelos ventos e pela chuva. Ainda assim, cometeu o mesmo erro e usou a foto que nada tem a ver com o que ocorreu na vizinhança.

Na outra ponta do mapa

A outra foto que o pessoal do deputado Décio Lima postou como sendo de Santa Catarina não apareceu em busca por notícias que pudessem ter sido ilustradas com ela. A imagem do carro afundando aparece numa reportagem do Portal no Ar, de Natal, de dois anos atrás e longe, muito longe de Santa Catarina.

Sobre o post anterior