Comentários novamente na berlinda

Padrão

“Site norueguês obriga leitores a mostrar que leram os artigos antes de os deixar comentar”. Esta notícia do Público,pt, de Portugal, está chamando a atenção nas redes sociais. É inusitado. O site norueguês em questão é o NRKbeta, um canal de tecnologia da empresa pública de comunicação NRK. E sim, agora, o leitor precisa responder três perguntas para publicar seu comentário.

Escreve o Público.pt sobre a estratégia:

Há duas semanas, o NRKbeta publicou uma peça explicativa sobre a proposta de lei que visa a vigilância digital na Noruega. Apesar de o tema ser controverso e capaz de iniciar discussões inflamadas, os comentários ao texto mantiveram-se cordiais e construtivos, com vários links de pesquisas ou livros a serem sugeridos, relata o NiemanLab. Ora, o NRKbeta diz que a qualidade do debate se deve ao novo mecanismo aplicado a quem pretende escrever um comentário no seu site.

Em alguns artigos, os leitores que quiserem comentar terão de responder a três questões básicas de escolha múltipla sobre o próprio texto. O objectivo é confirmar que os leitores tenham realmente lido a história antes de os deixar intervir.

Saiba mais em Público.pt.

Curtiu?

Na sua opinião, os comentários em sites e blogs devem ser:

Veja resultados

Carregando ... Carregando ...

Meu…comentário

Para quem acha que interatividade é pedir para mandar um WhatsApp ou convidar os internautas para saírem do site do veiculo em direção ao Facebook, uma bela lição sobre gestão e controle de conteúdo. E com foco em qualidade.

E a propósito do título do post, é uma referência a posts que foram publicados no Primeiro Digital a respeito de comentários. Um deles teve como gancho a iniciativa do site Wired, que aboliu a área de comentários. No lugar colocou o e-mail do editor para quem desejasse comentar o conteúdo via mensagem.

Comentários na berlinda

Ainda sobre comentários na berlinda

Você tem alguma informação ou comentário para acrescentar a este conteúdo?