Aquela chuva de 2008

Padrão

Santa Catarina está mobilizada por conta da previsão de muita chuva. Governo, prefeituras e população estão ligados e os veículos de comunicação usam todas as suas plataformas, incluindo portais, sites e redes sociais para manter o público informado e em alerta (espero que na dose certa).

Toda a mobilização me fez voltar no tempo. Novembro de 2008, quando tivemos uma das grandes tragédias no estado provocada pelas chuvas – a primeira em tempos de redes sociais e que, na minha avaliação, continua sendo um case que ajuda a entender a importância do jornalismo cidadão.

Registrei no Coluna Extra, em post publicado no dia 24 de novembro de 2008, com o título Informação e população mobilizada pela internet. O foco era a facilidade de acesso à dados oficiais e a publicação de informações em blogs e no Twitter, um então quase desconhecido que não era usado na época nem pelos veículos nem por órgãos como Defesa Civil e Bombeiros, como é hoje.

Escrevi lá:

Continue lendo

Uma resposta sobre blogs

Padrão

Dos arquivos do Coluna Extra, meu primeiro blog, encerrado em maio de 2014 após dez anos, reproduzo uma resposta minha para uma reportagem sobre credibilidade dos blogs publicada na edição de outubro de 2007 da Revista Making Of (que hoje é um site aqui de Florianópolis). O Orkut era a nossa rede social na época e os blogs ainda tinha “cara de novidade” e uma relevância que foi reduzido com o avanço de Twitter e, principalmente, do Facebook, mas que parece ter recuperando espaço tanto no jornalismo (principalmente nas áreas da política, do esporte e do entretenimento) quanto no marketing (inbound marketing, marketing de conteúdo…). Acredito que minha resposta de quase oito anos atrás seja atual e ainda faça sentido :). Ou não?

Que conselho você daria a um blogger para que ele tenha credibilidade? Ou o que você considera fundamental para dar credibilidade a esse tipo de página na internet?

Alexandre Gonçalves – Essa é uma questão curiosa porque credibilidade na blogosfera pode ter múltiplas aplicações. Existem blogs que têm credibilidade porque apostam na polêmica, por exemplo. Expressam opiniões que muitas vezes beiram a intolerância, mas encontram eco nos leitores que deixam comentários no mesmo nível. Outros blogs têm credibilidade porque usam diversas possibilidades para rentabilizar o blog. E é claro que há o caso de blogueiros que conquistam credibilidade pela qualidade do que publicam. E esses ainda são a grande maioria e incluem blogs profissionais, como os especializados no Google, ou blogs clássicos, onde o blogueiro transforma o que acontece no seu cotidiano em posts.

No meu caso, eu acredito que a credibilidade do Coluna Extra venha da minha proposta de encarar o blog com profissionalismo e de ser produtor e roteador de conteúdo. Ou seja, eu publico textos e entrevistas produzidas por mim exclusivamente para o blog, mas também faço o “meio de campo”, eventualmente com minha opinião, sobre algo que li em outros blogs e sites que considero do interesse dos leitores do Coluna. Somado a isso, mantenho uma atualização freqüente e publico muitos “posts de serviços” (com dicas de novos sites, novas funções de serviços).

Publicado originalmente no Coluna Extra em 10 de outubro de 2007

3d-text-1-1244484-639x570

Um filme para abrir o apetite, inspirar fãs de food truck e aprender sobre redes sociais

Vídeo

Chef, dirigido e estrelado por Jon Favreau, é um filme que pega o espectador pelo estômago ao mostrar a trajetória de um chef de cozinha que cai em desgraça por conta de críticas e de desentendimentos com o sócio, mas dá a volta por cima ao optar por recomeçar com um food truck de sanduíche cubano.

Para quem gosta de programas de culinária ou é dono de um food truck, Chef, que pode ser assistido no NetFlix, deve estar no top 3 de filmes favoritos. Se bobear até no topo da lista. O filme é realmente muito bom, envolvente, divertido. Diretor e produtor de filmes dos estúdios da Marvel, Favreau está ótimo no papel e reuniu uma turma boa para acompanhá-lo em papeis secundários (Dustin Hoffman, Robert Downey Jr, Scarlett Johansson…).

Mas o que Chef está fazendo aqui no Primeiro Digital?

Continue lendo

Colocando o Facebook no seu lugar

Padrão

Não lembro exatamente quando nem onde li, mas concordo com uma análise que dizia que o Facebook estava se tornando mais um agregador de feeds e deixando de ser uma rede social. Ou seja, se tornou um campo para distribuição de links. Tudo bem que muitos nem clicam e ainda assim destilam sua fúria e sua raiva mesmo assim. Mas se você distribui links no “Face”, pode conferir que o tráfego gerado por lá faz a diferença na sua audiência.

Continue lendo