O AN avisou, mas…

Padrão

Há quatro semanas, o jornal A Notícia, de Joinville e que pertence ao Grupo RBS, foi alvo de críticas dos leitores porque a versão impressa não trouxe nenhuma informação a respeito da vitória do JEC sobre o Cruzeiro por 3 a 0, depois de uma sequência de maus resultados na série A. Em vez da cobertura do jogo, o jornal publicou um aviso com QR Codes para dizer que tudo sobre o jogo estava no site.

Jornal publica chamada para digital em vez de reportagem sobre jogo e leitores questionam decisão

AN publica notícia sobre jogo do JEC no impresso, mas não chama para cobertura online

Ontem, o JEC jogou e empatou com o São Paulo, em casa, às 19h30min, e a versão impressa desta quinta-feira não traz nenhuma informação novamente e desta vez nem chamadas para a cobertura feita – bem completa, aliás – no site do jornal do antes, durante e depois da partida. Na tabela de jogos, JEC x São Paulo está sem placar e com o aviso que “os jogos não tinham encerrado até o fechamento da edição”.

O curioso de não haver avisos nem QR Codes é que na edição de ontem, no impresso, foi publicado um anúncio de meia página chamando para a cobertura online (esse mesmo anúncio foi publicado no dia do jogo contra o Cruzeiro). Se divulgou ontem, por que não chamou para o online novamente hoje? Lembrando que a não publicação de notícias do jogo é decorrente de mudanças na logística de impressão do jornal.

Av5A0VpF6QFBm4YqOMDX7HnZHB-X2cy16o2cRKsCq-AU

Continuo achando um erro “sonegar” a informação para o leitor e assinante do jornal impresso. Se o produto ainda existe e é comercializado, precisa entregar aquilo que leitor espera – ainda mais sendo um jornal local. O rigor da logística afeta diretamente a qualidade e a credibilidade do produto. Ser multiplataforma não significa estar em mais de uma plataforma, mas oferecer conteúdo em mais de uma plataforma.

Mas se a decisão é essa, precisa afinar os times. Não poderia faltar na edição de hoje um aviso, um destaque com QR Code ou simplesmente com o link do site para ao menos estimular o leitor do papel a conferir o que está no online, que, como dá para perceber no print abaixo, rendeu uma cobertura caprichada.

Se querem criar o hábito, não vai ser só com o anúncio (que tem sua versão no site também). Tem que levar o leitor pela mão. Estreitar a relação e apontar todas as vantagens que o online pode trazer na cobertura.

Screenshot_51

 


Assine a newsletter e receba os avisos de atualização doPrimeiro Digital.

Você tem alguma informação ou comentário para acrescentar a este conteúdo?