Como nos melhores momentos do “Jornal da ImprenÇa”

Padrão

Durante muitos anos o grande sucesso da revista Imprensa, inclusive em sua versão televisiva, era a coluna “Jornal da ImprenÇa”, editada pelo jornalista Moacir Japiassu, que reunia as melhores e mais divertidas gafes cometidas por veículos de todo o Brasil. Japiassu morreu em novembro do ano passado, mas ontem e hoje deve estar dando risada pelo o que viu em destaque no portal da revista Imprensa: duas grandes gafes em plataformas digitais de gigantes da mídia brasileira.

A de ontem, cometida pelo Estadão, é disparado um dos maiores erros da história recente do jornalismo brasileiro. Ilustraram uma reportagem do site sobre um evento relacionado ao incêndio da boate Kiss com uma foto da…banda KISS! Considerado, uns cravaram que foi erro do estagiário. Outros que a culpa deve ter sido dos robôs que buscaram a foto automaticamente. Mas quem vai saber? Desconfio de “dedos nervosos”, ansiedade, pressa e desatenção. Dá vontade de rir, mas é para lamentar.

Leia a notícia no portal da Imprensa.

E a gafe de hoje aconteceu no UOL, como conta a Imprensa. Erro clássico de falta de verificação e deu no que deu: o canal de notícias do portal publicou como sendo verdadeira uma notícia falsa criada pela página de humor Un Mundo Triangular, da Venezuela. Dizia a manchete que a culpa pela falta de pasta de dente nos mercados venezuelanos era culpa da escovação três vezes ao dia… Considerado, precisou o consulado do país vizinho alertar o UOL sobre a gafe. Que feio. UOL, publicação de notícia falsa é culpa da falta de verificação. E acredito que tenha faltado também experiência e capacidade de discernimento. Pensar se é isso mesmo. Ou o UOL exige uma cota diária de publicação dos seus editores e aí rola um vale tudo?

Leia a notícia no portal da Imprensa.

Não por acaso, as duas notícias são as mais acessadas no portal Imprensa neste momento. A turma gosta. Mas vamos torcer para que estas falhas e todos aqueles outros erros – talvez até mais graves – como os de informação que fizeram O Globo pagar mico recentemente – ocorram menos, bem menos.

Você tem alguma informação ou comentário para acrescentar a este conteúdo?