Um “Stories” de Natal

Kurt Russel, o Papai Noel do filme "Crônicas de Natal", da Netflix.
Padrão

Oi, Papai Noel. Lembra de mim?

Sou aquele seu fã que criou a comunidade “Papai Noel de Bermudas” no Orkut? Era só “up” nos tópicos.

Lembrou? Top, né?

Mas sou tão seu fã que assim que criaram o Twitter, criei um “fake do bem” do senhor. Quer dizer, na verdade, na verdade, quis garantir o @papainoel pra fazer negócio depois quando já estivesse com milhares de seguidores… Foi mal.

Mas veja o lado bom, quando sua agência de marketing digital me procurou, usaram ótimos argumentos e eu nem cobrei nada pra liberar a conta. Valeu pela bike nova, Noel!!!

Depois, entre uma pedalada e outra, como sou mesmo muito seu fã, assim que o Facebook deixou de ser coisa de nerd e virou o novo Orkut, fiz o serviço bem certinho. Todo dia 24 de dezembro estava eu lá criando o evento mais importante do ano e compartilhando com meio mundo.

Meio mundo mesmo porque minha página “Acredito em Papai Noel” tinha curtidores do Brasil, dos Estados Unidos, do México, do Canadá, de toda América do Sul, da Inglaterra, de Portugal, da Tailândia, do Afeganistão, da África do Sul, da Nova Zelândia, da Austrália, do Japão… Por que será? Não estava no script. Ou estava?

Ah, já ia esquecendo. Viu a playlist que criei pra você no YouTube? Só música boa, né? Parei de atualizar por causa do Spotify, mas estou pensando em voltar a usar o YouTube, fazer uns reacts dos filmes de Natal e uns unboxing dos presentes que você deixa pra mim. Mas tem que se inscrever no canal, curtir o vídeo e clicar no sininho pra receber as notificações, ok?

E se, por acaso, vier aquele pacote de meia e eu não gostar muito, por favor, não dá deslike, não… Até porque seria sacanagem, né? Nunca te pedi nada… MINTIRA!!!! Mas falando sério, sempre dou like nos seus vídeos. Aquele comercial da Coca-Cola, por exemplo, ficou show! Tem outros pra lançar?

Pergunto isso porque sou seu fã número 1 e agora estou só na hashtag #papainoel no Instagram. É muito selfie e #tbt dos natais passados. Mas está faltando alguma coisa. E eu acho que sei o que é:

Um “Stories” de Natal.

Faz aí.

Tudo pronto para mais uma noite de Natal (foto de todos na fábrica de presentes).

Ao vivo do Pólo Norte (com mensagem em vídeo dizendo que daqui a pouco tem surpresa no pé da árvore de Natal pra quem se comportou direitinho, como na foto acima).

Mamãe Noel (com filtro de gatinha).

Trenó e saco de presentes? Confere (dando uma lustrada na lataria).

Renas alimentadas? Confere (dando um doce de Natal para o Cometa comer).

Contagem regressiva. Portas em automático (selfie com aceno, balão com Ho ho ho e gifs engraçadinhos).

E lá vamos nós (foto do trenó cruzando o céu iluminado).

Mas aqui, Papai Noel, o senhor pode encurtar o “Stories”, ok? “Stories” com muito risquinho é um pé no saco. Corta já para um selfie na minha casa.

Chegando na casa do meu fã número 1 (foto fazendo joinha em cima do telhado).

Aposto que ele vai gostar muito do que deixei. Partiu (foto do presente embrulhado no pé da árvore).

Gostou da ideia? Espero que sim. Vou gostar mais ainda se me marcar no “Stories” e se o que eu ganhar for o que eu pedi…rsrs. Mas só para garantir, me passa o teu Whats?

E Feliz Natal!!!