Uma errata de respeito

Padrão

Na imagem, a forma como o jornal Extra, do Rio de Janeiro, lidou com um erro em sua edição impressão. Foi para o Twitter e soube fazer a errata e ainda interagir com seus seguidores.

A dica é da jornalista Nivia Carvalho, via Facebook, que comentou: “Para descer pro play tem saber brincar. E o Jornal Extra mostra mais uma vez que sabe”.

Vice bem na foto: Site coloca foto errada em reportagem sobre vitória de candidato a prefeito

Padrão

O segundo turno da eleição do novo prefeito de Florianópolis foi um daqueles momentos típicos para gerar gafes e retrabalho nas redações. O candidato Gean Loureiro (PMDB) saiu na frente da candidata Angela Amin (PP), tomou a virada, mas  acabou passando na frente e vencendo na reta final da apuração por 50,26% dos votos válios (111.943) a 49,74% votos válidos (110.790). Foi como aquele gol aos 48 minutos do segundo tempo que derruba a capa do jornal de amanhã e faz o editor trocar o título e o lead do texto no digital.

Não sei se meus colegas de redação do Diário Catarinense, do Notícias do Dia e do Hora de Santa Catarina já estavam com a edição de amanhã garantida ou com o texto da vitória de Angela na ponta da agulha, mas sei que a Exame pagou mico. O site da revista, por pressa, por desconhecimento ou por pura falta de cuidado e checagem, noticiou a vitória de Gean Loureiro, mas usou uma foto de seu vice, João Batista Nunes, como mostra a imagem acima, retirada do Twitter @exame.

Fui conferir a reportagem no site e está lá também a foto do vice também com crédito “Site oficial/Divulgação”. Ou seja, o redator da Exame foi no site oficial e pegou a foto errada? Que preguiça… E detalhe: a reportagem não foi produzida pela redação da Exame. É da Agência Brasil. No site da da Agência Brasil, é usada uma foto do Gean, como deveria ter feito a Exame.

exame errou

PPT do jornalismo digital

Padrão

O Lula PPT Generator está inundando a internet com telas que falam sério, fazem piada, divulgam empresas e até descrevem signos e profissões. Criei uma página no Facebook, batizada de Festival do PPT, para reunir o máximo de telas baseadas no Power Point dos procuradores da Lava-Jato até para acompanhar a eficiência de entrar na brincadeira. Dá resultado, no caso de quem inclui a tela em sua estratégia digital e até na campanha eleitoral?

E aproveitei para criar a versão para o jornalismo digital com alguns dos temas “palpitantes” que dominam o nosso dia a dia. Faltou algum item?

O Festival do PPT está no endereço www.faceboook.com/festivaldoppt.

E o Lula PPT Generator você criar no endereço http://lulapptgenerator.top.

Um post isento de verdade até as primeiras consequências (ou não)

Padrão

Adiantei a celebração do primeiro de abril durante a semana com dois posts no Facebook:

Por uma imprensa mais Sensacionalista.

sensacionalistahome

Por reportagens mais Laranjas.

laranjas

Os dois sites de notícias falsas seguem a tradição do Cocadaboa que lá atrás, quando a internet ainda não era essa gritaria toda, já pregava boas peças inclusive em veículos de comunicação. O que Sensacionalista e Laranjas fazem hoje não é só pegadinha pela pegadinha. É crítica bem humorada sobre fatos e costumes e de quebra ainda prestam um outro serviço além de arrancar risos e até gargalhadas: nos ajudam a lembrar que não dá para confiar em tudo o que é publicado na internet. E isso vale para o público em geral e muito para nós, jornalistas, “vítimas” da pressa, da ansiedade e da falta de checagem. Ainda mais que nesse clima de histeria, Sensacionalista e Laranjas acabam dizendo algumas “verdades” sobre o momento político que vivemos.

“Informe-se”: acompanhe Sensacionalista e Laranjas no Facebook e no Twitter para não perder nada.



E por falar nisso, já baixou o Manual de Verificação?