Mais um exemplo de título caça-clique

Padrão

Sou fã do site Omelete, sempre citado por mim como exemplo de modelo de negócio digital. Mas hoje, queimaram o filme com uma manchete caça-clique a respeito de um fato ocorrido em uma sala de cinema na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

Como no caso do goleiro Renan, título e foto fazem o leitor tirar conclusões que não se confirmam na leitura do texto. E neste caso do Omelete, em post produzido a partir do site Daily Mail, são muitos os elementos, como por exemplo:

Pantera Negra é um marco pela bilheteria que vem fazendo e pela importância para a comunidade negra;

– A tensão racial amplificada pelo governo Trump;

– Há duas semanas houve mais um tiroteio com mortes em escola nos Estados Unidos;

– Tiros em salas de cinema envolvendo filmes de herói não são novidade (lembra da estreia de Batman?).

Lendo o título, o que você imagina? Mais um massacre, certo? Mas o mais incrível é que o texto desmente o título e reduz enormemente o impacto que ele supõe. Você pensa que o casal entrou armado e mandou bala em todo mundo na sala do cinema por alguma questão maior. Mas não.

1) Não foram tiros, mas um tiro.

2) O tiro foi para o alto.

3) Não houve feridos.

4) E o motivo para o tiro: uma discussão sobre o acento na sala.

Como comentei no Twitter do Omelete, o título poderia ser mais claro, preciso e honesto, mais de acordo com o que está no texto. Não foram tiros, mas um tiro. Casal apertou o gatilho junto? E o motivo do tiro, poderia estar no título. E mais: deveria mesmo virar notícia no Omelete?