quarta-feira, junho 19, 2024
HomeConteúdoVídeo interativo do Google coloca fãs dentro dos lendários estúdios Abbey Road

Vídeo interativo do Google coloca fãs dentro dos lendários estúdios Abbey Road

Assim os beatlemaníacos “pira”! E os “conteúdomaníacos” também com o vídeo interativo Inside Abbey Road, desenvolvido pelo Google que abre as portas do Abbey Road, onde ficam os lendários estúdios em Londres onde os Beatles gravaram seus discos e construíram sua história.

O vídeo tem características de formato e navegação do Google Street View, que você acompanha sempre que usa o Google Maps. É um passeio 100% interativo, guiado em áudio por personagens importantes na história do local, como o produtor Giles Martin, filho do lendário George Martin, o quinto beatle, responsável pela produção dos discos do quarteto de Liverpool.

Mais um daqueles exemplos que mostram o caminho que o conteúdo na internet pode seguir. Mas fica a pergunta: um site de notícias conseguiria viabilizar um produto como o Inside Abbey Road? Patrocinadores bancariam isso? É um dos dilemas quando se diz que produzir conteúdo long form é uma tendência viável como produto e como formato comercial.

Mural: Como tornar um site de notícias um negócio rentável?

Assista Inside Abbey Road e siga a sugestão: coloque os fones e bom passeio.

Alexandre Gonçalveshttp://www.primeirodigital.com.br/alexandregoncalves
Jornalista, especializado em produção e gestão de conteúdo digital (portais, sites, blogs, e-books, redes sociais e e-mails) e na criação e coordenação de produtos digitais, atuando no Jornalismo Digital e no Marketing de Conteúdo.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Vera Lucia Pires Goulart on O suicídio nas redes sociais
Bruno Allemand on O suicídio nas redes sociais
Fábio Célio Ramos on O suicídio nas redes sociais
vivi bevilacqua on O suicídio nas redes sociais
Affonso Estrella on O suicídio nas redes sociais
Luís Meneghim on O suicídio nas redes sociais