Quando os comentaristas de internet sabem tudo

Padrão

No início da manhã desta segunda-feira (16), uma mulher conseguiu entrar na Ponte Hercílio Luz, cartão-postal de Florianópolis, que está fechada para o trânsito e em eterna e polêmica reforma. A mulher subiu em uma das torres e ficou ameaçando se jogar. Polícia e bombeiros, além de parentes, foram ao local, mas ela acabou caindo e morrendo.

Não se tem detalhes das circunstâncias, incluindo os motivos que a levaram a cometer o ato (há quem diga que ela não caiu, mas teria se jogado). Ainda assim, os comentaristas de internet voltaram a atacar, levantando mais uma vez a pergunta: qual o valor dos comentários dos leitores? Qual a contribuição do que eles dizem para enriquecer o conteúdo publicado?

O site do jornal Notícias do Dia publicou uma nota sobre o ocorrido. E na chamada publicada na página do jornal no Facebook surgiram os “especialistas”, julgando e atestando as razões e condenando a mulher “que não deu valor à vida”. E que tipo de leitor é esse que começa a semana, logo cedo, com tamanha sede de “cagar regra”? E a fala torta e sem noção de um transforma o espaço em um ringue com os comentaristas protagonizando trocas de insultos de todos os tipos. E aparentemente, a autora do comentário que deu origem à polêmica sumiu da conversa. Apagou o que disse e saiu sem se despedir ou mostrar um mínimo de bom senso, admitindo o erro, o tom do comentário.

Lamentável.

Ruas próximas à cabeceira da ponte, do lado continental, estão interditadas.

Posted by ND Online on Segunda, 16 de novembro de 2015

Atualizado às 12h20:

Como era de se esperar, além dos “comentaristas de internet”, temos também os “corvos digitais” sempre alerta e vídeos mostrando o momento em que a moça cai do alto da torre estão circulando não só no WhatsApp, mas também no Twitter, no Facebook e no YouTube. Triste que este seja um comportamento recorrente e que sites – não o ND – tenham publicado o vídeo e estejam fazendo barulho por isso. A vontade de abrir uma quitanda só aumenta…

Atualizado em 17 de novembro, 8h30:

E olhem o que aparece na busca no Google por “mulher Ponte Hercílio Luz”: sites de notícias, quer dizer, “sites de notícias”, de olho nos acessos, reforçam no título que tem o vídeo que mostra o momento da queda. É este tipo de “site” que ajuda a sujar a credibilidade de veículos e profissionais sérios e, o pior, fomenta a horda de imbecis que acham que vale tudo na internet. Que vergonha.

IMG_20151117_082337

P.S.: E não vamos entrar na discussão sobre Mariana versus Paris, que dominou o Facebook no fim de semana e que não leva a nada. Só mostra as redes sociais está lotada até a boca de especialistas em jornalismo. E pior: de gente que quer manter o público no rebanho e ai de quem pensar e agir diferente.

giphy

 

Acompanhe as atualizações do Primeiro Digital no Facebook e no Twitter.