Meu último post sobre o “copia e cola”

Padrão

Parei.

Hoje, estou oficialmente deixando pra lá minha preocupação com o Control C Control V. Depois deste post, não escrevo mais sobre o assunto nem aqui, nem lá nas redes sociais e nem em qualquer outro lugar. Virou uma distração e tenho mais com o que me ocupar, direcionar energia para assuntos mais urgentes. Tomei a decisão depois de ver um texto publicado no site do TRT sobre um assunto quente e polêmico para o público de Florianópolis ser copiado e colado em sites aqui da cidade.

A verdade é que nada vai mudar. De que adianta “ficar na bronca” se alguns colegas de redação vão continuar fazendo isso? Ou copiando de outros sites ou publicando releases e conteúdos de sites oficiais na íntegra sem ao menos pensar no valor que aquilo possa ter como objeto de reportagem. E pior: não duvido que aqueles que fazem isso acham que estão sendo espertos, ganhando tempo, mas, burros, não veem que estão jogando contra o próprio patrimônio.

Você que faz isso, que copia e cola mesmo textos oficiais como nesse caso do TRT – texto bem escrito, aliás – está mostrando para o dono do veículo que dá para fazer um site de notícias como pouca gente para produzir o conteúdo. Seu emprego, se ainda não está, ficará em risco.

E você, que já vive na corda bamba por causa da “crise”, perde a sombrinha. E vai se equilibrar com quais argumentos se copiando e colando dá para manter um site no ar? Repórter? Redator? Basta botar um “editor-curador” ou dois, três estagiários para ficar catando tudo o que interessa para o site e ponto final.

E assunto encerrado.

giphy

Você tem alguma informação ou comentário para acrescentar a este conteúdo?