Do “Alex Informa” ao RD Summit 2016: o jornalista como profissional da informação

Padrão

Lá pelos anos 1999, 2000, eu já estava no mercado de trabalho, com dois empregos – revista de economia e negócios e assessoria de imprensa na área de educação – e isso estava me cansando não só pela dupla jornada, mas pela falta de perspectiva profissional. Resolvi ir estudar marketing, pensando em ampliar o horizonte fora do jornalismo. Encontrei um curso numa faculdade aqui da região e me inscrevi. Aulas aos sábados durante quase 2 anos. Marketing digital? Não, “marketing de raiz”, Kotler na veia.

Continue lendo

O jornalista fora da redação

Padrão

 

Mexendo aqui na estante de casa abri o livro do meu amigo Maurício Oliveira, o Manual do Frila, de 2010, que tem essa minha frase que está destacada na imagem acima. E curioso que hoje tem esse mercado de produção de conteúdo (no marketing digital, por exemplo) meio que confirmando o que disse para o Maurício, essa “pivotada” do trabalho fora das redações/veículos e não tendo a assessoria de imprensa como única opção.

 

 

Do ijnet: “Tentar significa falhar. Falhar significa aprender”, diz empreendedora de jornalismo

Link

A cofundadora de um dos mais importantes sites de jornalismo investigativo na Colômbia, La Silla Vacia (A Cadeira Vazia), tem alguns conselhos para aqueles que estão pensando em criar seu próprio site, aplicativo ou outro produto:

“Não pense, faça. Fazer as coisas é a melhor maneira de aprender. Tentar significa falhar. Falhar significa aprender”, diz Olga Lucia Lozano, editora criativo do La Silla Vacia.

(…)

Lozano acredita que os jornalistas precisam educar-se constantemente. Devem compartilhar o que aprendem para que outros possam evitar cometer os mesmos erros. Parte do valor adicionado do La Silla Vacia, diz ela, está nas oficinas e seminários sobre jornalismo investigativo que a equipe oferece para outros meios de comunicação em toda a América Latina.

A equipe está constantemente experimentando novas formas de contar histórias online e novas formas de financiar seu jornalismo. Ela vê as experiências como um cientista: se não produz o resultado desejado, não é um fracasso. É uma experiência de aprendizagem que deve ser compartilhada.

Leia o texto completo no ijnet.

Por que Florianópolis não é a “Capital da Inovação” no jornalismo?

Padrão

Florianópolis é uma cidade que respira inovação. Temos um pólo tecnológico de respeito, consolidado e em crescimento. Nossa praia também é a tecnologia. Há muitas empresas de ponta, criando e fazendo realmente a diferença em diferentes setores. O movimento das startups criou raízes por aqui. E o que isso tem a ver com jornalismo? Tudo.

Continue lendo

Novidade em Florianópolis: Farol valoriza reportagem, dados públicos e transparência

Padrão

Em 2000, tive a oportunidade de comandar um projeto do qual me orgulho muito, apesar da curta duração. Era uma revista mensal e com foco em reportagens que ajudassem jovens empreendedores na difícil missão de nascer e prosperar. Lúcio Lambranho era parte da equipe que montei. Já o conhecia da época da faculdade e dos trabalhos que ele havia feito em jornais de Florianópolis. Mesmo que tenha durado pouco, neste primeiro trabalho, pude começar a conhecer o repórter Lúcio Lambranho, que mais tarde fez carreira na cobertura política em Brasília, mexeu com o “status quo” da Capital federal, ganhou prêmios importantes e, por fim, ao retornar para Florianópolis, fez a diferença e ajudou a semear a paixão pela reportagem em boa parte da equipe do jornal Notícias do Dia. Fico feliz de ter participado deste processo que trouxe o Lúcio de volta para casa e que agora ele esteja colocando em prática seu desejo antigo de ter seu próprio site de reportagens. Quem acompanha o trabalho dele vê a qualidade das reportagens, o rigor da apuração, a coragem de questionar quem quer que seja, o enfoque com objetivo de fazer a diferença e contribuir para a mudança. Era assim lá em 2000 e continua sendo agora em 2016. São as marcas do trabalho do Lúcio que certamente estarão aqui neste Farol. Bem-vindo, Farol e, nunca é demais repetir, viva a reportagem!

Este é o texto que escrevi para saudar a chegada do Farol, site de reportagens da Grande Florianópolis, com foco em dados públicos e transparência e que é uma iniciativa do meu amigo Lúcio Lambranho. Farol estreia nesta quarta-feira, dia 22.

Continue lendo

Confira os primeiros resultados da pesquisa “Empreendimentos digitais do jornalismo brasileiro”

Padrão

O jornalista e pesquisador Sérgio Lüdtke divulgou no último sábado (21), durante o 1º Encontro de Jornalismo e Empreendedorismo, os primeiros resultados da pesquisa pretende mapear como surgem e crescem os novos empreendimentos digitais do jornalismo no Brasil. “A pesquisa buscou informações de mais de 200 iniciativas independentes e considerou, para a composição do resultado final, 64 empreendimentos digitais com compromisso de arrecadar, ainda que alguns deles não visem lucro”, escreve Lüdtke no site Interatores.

No slide abaixo, ele reuniu os primeiros resultados que foram apresentados no evento de sábado. Para saber mais sobre a pesquisa no site do Interatores.

Assista aos vídeos dos debates do 1º Encontro de Jornalismo e Empreendedorismo.

@onabrasil disponibiliza vídeos dos debates do Encontro de Jornalismo e Empreendedorismo

Vídeo

A ONA Brasil publicou em seu canal no YouTube os vídeos dos quatro debates realizados durante o 1º Encontro de Jornalismo e Empreendedorismo no último sábado. Assista.

Tema: Jornalismo e Sustentabilidade Financeira

Tema: Jornalismo de dados

Tema: Jornalismo digital

Tema: Empreendendo no Jornalismo

E no Twitter do Primeiro Digital, você confere os tweets que foram compartilhados no sábado pelos participantes do encontro: @PrimeiroDigital.

Acompanhe online evento sobre empreendedorismo e jornalismo

Padrão

o 1º Encontro de Jornalismo e Empreendedorismo, que acontece neste sábado, dia 21, em São Paulo, poderá ser acompanhado também pela internet por aqueles que não poderão se deslocar até a capital paulista.

Confira os canais online do evento, que é promovido pela seção brasileira do ONA – Online News Association

Também serão feitas entradas eventuais ao vivo via Periscope ao longo do dia.

Confira a programação completa do evento.

Saiba mais sobre os palestrantes na página do evento no Facebook.

Encontro discute jornalismo e empreendedorismo

Padrão

A seção brasileira do ONA – Online News Association  promove no próximo dia 21 de maio o 1º Encontro de Jornalismo e Empreendedorismo. O objetivo é reunir jornalistas, professores e estudantes de jornalismo para discutir empreendedorismo, como abordá-lo na universidade e como aplicá-lo na prática. Realizado no auditório Ulisses Guimarães das Faculdades Metropolitanas Unidas (Avenida Liberdade, 899, São Paulo), o evento tem entrada gratuita e não é preciso inscrição prévia.

Confira a programação.

8h30-9h
Abertura

9h-10h30
Jornalismo, Empreendedorismo e Sustentabilidade Financeira
Sérgio Lüdtke
Jorge Tarquini
Simone Cunha

10h45-11h45
Jornalismo e Dados
Gustavo Faleiros
André Rosa

11h45-13h
Almoço

13h-14h
Jornalismo Digital
Ana Brambilla
Daniela Osvald Ramos
Caru Schwingel

14h15-16h
Workshop – Empreendedorismo e Modelos de Negócio em Jornalismo
Leandro Beguoci
Cassiano Gobbet
Edson Rossi

Mais informações acesse a página do evento no Facebook.

Encontro Jornalismo e Empreendedorismo

Oito práticas comuns de jornalistas empreendedores de sucesso

Padrão

James Breiner entrevistou jornalistas empreendedores bem sucedidos em vários países e a partir dos relatos que ouviu chegou a oito práticas comuns entre eles e que podem servir para reflexão e incentivo para quem deseja empreender. Ou para copiar, como sugere Breiner. “Conversei com publishers e editores com equipes de uma pessoa só a 100 funcionários”, escreve.

Confira a lista (e veja cada item detalhado no site do ijnet):

1. Eles desenvolvem múltiplas fontes de receita.

2. As comunidades são construídas em torno de conteúdos de alta qualidade.

3. Eles têm uma grande paixão pela ideia.

4. Eles inovam constantemente.

5. Eles desenvolvem uma sustentação de três pernas de competências.

6. Eles promovem a interação com o público.

7. Eles buscam diferenciação obsessivamente.

8. Eles adaptam os seus conteúdos de forma diferente para cada plataforma.

sxc

Mais no blog News Entrepreneurs, de James Breiner.