comScore libera edição 2016 de estudo sobre comportamento do usuário de internet

Padrão

Dica muito especial de leitura para o fim de semana: a edição 2016 do estudo Global Digital Future in Focus, que analisa os dados de comportamento de usuários de internet de mais de 40 países com o objetivo de apresentar um panorama de tendências do meio digital.

O estudo mostra como o comportamento reflete no consumo de mídia em desktop, smartphone e tablet, destacando os seguintes tópicos:

  • Novas implicações do multiplataforma sobre o conteúdo e a publicidade
  • Como o consumo de desktop evoluiu e continua significativo
  • O crescimento das audiências “exclusivamente mobile”
  • Desafios e vantagens do “campo de batalha” mobile app
  • Fatores que influenciam a seleção da plataforma
  • Polarização de audiências e comportamentos entre os dispositivos
  • A ascensão do vídeo digital em todas as plataformas

O estudo Global Digital Future in Focus está disponível para download grátis, mediante preenchimento de cadastro, no site do comScore.

 

Do Estadão: Celular vira o principal meio de acesso à internet no Brasil

Link

O celular é hoje o principal meio de acesso dos brasileiros à internet. É o que revela a pesquisa TIC Domicílios 2015, realizada pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br): 89% dos brasileiros conectados o fazem por meio de um smartphone, superando pela primeira vez os computadores como dispositivo prioritário para conexão – os PCs são usados por 65% dos usuários de internet do País. Em 2014, 80% dos brasileiros faziam uso do computador para este fim. 

Leia a reportagem completa no Link do Estadão.

Baixe grátis o livro “Jornalismo para Dispositivos Móveis: Produção, Distribuição e Consumo”

Padrão

Organizado por João Canavilhas e Ivan Satuf, “Jornalismo para Dispositivos Móveis: Produção, Distribuição e Consumo” é uma iniciativa do Laboratório de Comunicação Online da Universidade da Beira Interior de Covilhã, em Portugal. Confira a sinopse:

Desde o primeiro evento sobre jornalismo para dispositivos móveis, organizado pelo LABCOM em Outubro de 2009, esta área de investigação tem crescido a um ritmo assinalável. Na origem deste crescimento estarão certamente três fatores: a rápida evolução tecnológica, o sucesso comercial dos dispositivos e a aposta dos meios de comunicação social neste novo e promissor mercado. Este livro, que compila os melhores trabalhos apresentados no JDM 2014, mostra que o jornalismo móvel é um espaço de investigação com enorme potencial, possibilitando as mais variadas abordagens científicas.

Faça o download grátis

Veja também os outros livros produzidos pelo LabCom.

Funcionários do New York Times só poderão acessar versão mobile do site do jornal

Padrão

Durante uma semana, de 15 a 19 de junho, o acesso ao site do New York Times em sua versão desktop estará bloqueado na sede do jornal. Só será permitido o acesso da versão mobile. A medida é parte de uma experiência do veículo, que já tem mais da metade dos acessos via smartphones e tablets, para que os próprios jornalistas e demais funcionários da empresa adotem o mesmo hábito.

No comunicado divulgado pela direção do jornal, os gestores afirmam que o New York Times fez progressos significativos no ambiente mobile em 2014 e que acreditam que ainda podem avançar muito. Por isso, para valorizar o formato, quem estiver na sede do jornal na próxima segunda-feira (15) e tentar acessar o www.nytimes.com em seu computador de mesa, vai receber uma mensagem dizendo para acessar o site em seu smartphone ou tablet. “Estamos esperançosos de que essa mudança temporária vai dar um impulso para tornar o mobile uma parte ainda mais central de tudo o que fazemos”, diz o comunicado.

Leia mais no Pointer.org.

Você na enquete:

Você acessa sites de notícias via smartphone?

Veja resultados

Carregando ... Carregando ...

Sobre o New York Times, leia também:

Anúncio da ANJ erra ao colocar Facebook e Google como concorrentes

Lições para inovar no jornalismo

Padrão

Os jornalistas María Ramírez e Eduardo Suárez, do blog #nohacefaltapapel, publicaram uma lista de 13 lições para inovar no jornalismo com base no que foi debatido no 16° Simpósio Internacional em Jornalismo Online (ISOJ), realizado na Universidade do Texas em Austin nos dias 17 e 18 de abril e do qual ambos participaram. “Estas são as lições que tiramos este ano do encontro e são especialmente úteis para a imprensa fora dos Estados Unidos”, escrevem os autores.

A lista apresenta caminhos, tendências e algumas realidades sem volta para o jornalismo digital. Publico abaixo as 13 lições de María Ramírez e Eduardo Suárez com um pequeno comentário-resumo feito por mim. O conteúdo completo está disponível no blog de María Ramírez e Eduardo Suárez e também em português no blog do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, onde você confere as lições comentadas por seus autores.

Segue a lista.

Continue lendo