Vamos conversar sobre empreender no jornalismo?

Padrão

No próximo dia 4 de setembro, a convite da Hostinger, empresa de hospedagem de sites, estarei ao lado da jornalista e colunista Laura Coutinho participando de uma conversa sobre empreendedorismo no jornalismo, com foco na internet (tema recorrente aqui no Primeiro Digital – veja links nos Posts Relacionados) .  A ideia é compartilhar ideias a respeito do tema, como oportunidades, posicionamento, formação, modelos de negócio, áreas de atuação, marketing digital, entre outros. Começa às 20h, na Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate), na SC-401, em Florianópolis.

A inscrição é gratuita e deve ser feita no site www.weblink.com.br/landing-palestra

Serviço
Como um jornalista pode empreender online?
4 de setembro
20h
ACATE (Primavera Garden, SC-401)
Inscrição Gratuita

Por que Florianópolis não é a “Capital da Inovação” no jornalismo?

Padrão

Florianópolis é uma cidade que respira inovação. Temos um pólo tecnológico de respeito, consolidado e em crescimento. Nossa praia também é a tecnologia. Há muitas empresas de ponta, criando e fazendo realmente a diferença em diferentes setores. O movimento das startups criou raízes por aqui. E o que isso tem a ver com jornalismo? Tudo.

Continue lendo

Jornalismo digital cresce na América Latina, mas viabilidade financeira ainda é desafio

Padrão

A Agência Pública é o único projeto digital brasileiro entre os 34 que fazem parte do “Primeiro Estudo da Mídia Digital e Jornalismo na América Latina”,  realizado pela entidade mexicana Factual em 13 países. O objetivo principal do estudo foi identificar as melhores práticas entre os projetos analisados. Como era de se esperar, os dados reunidos pela Factual mostram um avanço no jornalismo digital, mas também atesta a dificuldade para garantir a viabilidade financeira dos projetos – é o calo ou, se preferir, o desafio de está ou pretende ingressar no meio digital.

No infográfico abaixo, a Factual destaque alguns dos pontos mais relevantes do estudo.

Faça o download do estudo.

Confira a reportagem sobre o estudo no site do Knight Center for Journalism in the America.

Jornalistas por conta própria

Padrão

Reparou na quantidade de posts sobre empreendedorismo no jornalismo que publiquei aqui no Primeiro Digital nos últimos dias? Não, o blog não é sobre empreendedorismo. É sobre jornalismo digital. Mas se hoje a gente vê todas estas iniciativas empreendedoras encabeçadas por jornalistas, não tenho receio de afirmar que o motor deste movimento tem tudo a ver com a internet.

Continue lendo

“Diversificar as fontes de renda é uma necessidade e tem que ser considerada desde o início”, diz pesquisadora

Padrão

A jornalista Patrícia Gomes passou os últimos meses estudando modelos de negócio no jornalismo no Brasil e o resultado é um documento – disponível no Medium, em inglês – que apresenta cases que ajudam a apontar caminhos para quem quer empreender na área. O estudo “Novos modelos de negócios para o jornalismo – como dez organizações brasileiras estão fazendo dinheiro – ou tentando” foi apresentado por ela como trabalho de mestrado em Liderança e Estratégia de Mídia, pela Medill School of Journalism da Northwestern University, em Chicago (EUA).

Os dez negócios analisados pela jornalista foram: BrioJOTAEscola de DadosCatraca Livre, Papo de Homem, Ponte, Mural,  J++InfoAmazônia e Porvir. Nesta entrevista exclusiva ao Primeiro Digital, com base nos cases estudados por ela, Patrícia analisa o empreendedorismo no jornalismo e também o perfil do jornalista empreendedor. “O perfil varia bastante em idade, anos de experiência e até na questão socioeconômica”, diz a pesquisadora. “O que une esses profissionais todos é a clareza de que tem alguma área no jornalismo que não está sendo bem coberta e que eles podem fazer diferente”.

Continue lendo