O assunto do ano

Padrão

Chegando ao fim de 2015, reuni neste post os dez assuntos que apareceram aqui no Primeiro Digital no decorrer do ano e que considero como os mais importantes e relevantes também por apontarem tendências e caminhos para o meio digital. Não foi um ano fácil, mas pela lista dá para ver que foi um ano movimentado para o bem ou para mal do mercado. Ainda pairam dúvidas sobre para onde vai o jornalismo em geral, tendo o digital como protagonista tal e qual em um faroeste: ora como o bem-vindo pistoleiro que chega e resolve todos os problemas, ora como o estranho forasteiro que representa uma ameaça.

Veja a lista dos dez assuntos selecionados:

Continue lendo

Últimas vagas para turma 2016 de pós-graduação em Comunicação Pública e Empresarial

Padrão

Estão abertas as últimas vagas para a quinta turma da pós-graduação em Comunicação Pública e EmpresarialO curso começa em março de 2016, em Florianópolis, e eu (Alexandre Gonçalves) serei um dos professores nas disciplinas sobre mídias digitais.

O time de 28 professores inclui nomes como Jorge Duarte, Wilson da Costa Bueno, João José Forni, Aldo Schmitz, Rodrigo Lóssio, Alex Lima, Cláudio Thomas, entre outros. São cinco doutores, nove mestres e quatorze especialistas, todos com larga experiência na comunicação das organizações. Recomendo o curso por ser uma referência de pós-graduação na área de comunicação, oferecida desde 2010. E do qual já participei muitas vezes como palestrante convidado.

O curso é da Universidade Tuiuti, em convênio com o Instituto Superior de Comunicação e apoio da Associação Catarinense de Imprensa. Mais informações e inscrições no site: www.iscom.com.br/poscom

MBAs_iscom_foto

UOL lança especial sobre a tragédia do Rio Doce

Link

O UOL lançou nesta segunda-feira (30) o especial Os Órfãos do Rio Doce, com uma ampla cobertura da tragédia ambiental ocorrida em Minas Gerais e entra para a história como uma das maiores da história. Com o uso de elementos transmídia, o especial cobre todos os aspectos da tragédia e conta histórias de muitos personagens (sobreviventes e heróis anônimos), sem esquecer das implicações ambientais e legais relacionadas ao caso.

Confira o especial Os Órfãos do Rio Doce.

Screenshot_1

Estadão também produz especial sobre assalto ao Banco Central de Fortaleza

Padrão

O Estadão publicou, no último dia 8, um especial transmídia sobre o assalto ao Banco Central de Fortaleza, ocorrido há dez anos. O assunto já tinha sido pauta de um especial do jornal O Povo, do Ceará, publicado no Medium.

O especial do Estadão, batizado de Os Toupeiras – A história do furto ao Banco Central, foi publicado na plataforma própria do site do jornal e, ao contrário do Medium de O Povo, avança na oferta de conteúdo, com mais vídeos e infográficos.

O do jornal cearense carece de elementos específicos para o digital, ficando com mais cara de transposição da versão impressa para internet. O do Estadão traz vídeos e animações envolventes e que ajudam a inserir o leitor na história.

Screenshot_2

Acesse:

Os Toupeiras

Usando o Medium, jornal O Povo reconta a história do assalto ao Banco Central de Fortaleza

Link

“São, exatamente, 3h42min03 da tarde do dia 10 de agosto de 2005 quando a Polícia Federal (PF) inicia a perícia na caixa-forte da sede do Banco Central (BC) em Fortaleza. Os policiais, acompanhados por funcionários do BC, armazenam pistas em uma câmera filmadora, ao passo em que tentam descobrir e refazer o caminho do maior assalto a banco já registrado no Brasil. Dez anos depois do furto histórico, engenhoso e inacreditável, O POVO obtém, com exclusividade, o vídeo que constituiu prova contra 30 pessoas que participaram da escavação de um túnel até os fundos da caixa-forte. É a primeira vez que o interior da caixa-forte do BC — como a PF o encontrou quatro dias após a violação — é revelado por um veículo da imprensa.”

Trecho de abertura da reportagem de O Povo.

Leia o especial completo no Medium.

Sem título