segunda-feira, junho 17, 2024
HomeLinks Recomendados“Internet não matou o papel, que existirá, no mínimo, por mais 50...

“Internet não matou o papel, que existirá, no mínimo, por mais 50 anos”

O professor José Luis Orihuela, da Universidade de Navarra, está lançando o livro “Los medios después de internet”. E em entrevista ao site Noticias de Álava, ele analisa a importância da internet no jornalismo e no trabalho do jornalista e também o futuro dos veículos impressos. Perguntado se o papel desaparecerá, Orihuela responde que este discurso é uma falácia.“Se trata de uma dinâmica de acumulação de mídias não por subsituição”.

Leia a entrevista completa no Noticias de Álava.

Saiba mais sobre o livro.

Dica de Vandeck Santiago no Grupo #Masterianos (formado por alunos e professores do Master em Jornalismo do IICS)

Alexandre Gonçalveshttp://www.primeirodigital.com.br/alexandregoncalves
Jornalista, especializado em produção e gestão de conteúdo digital (portais, sites, blogs, e-books, redes sociais e e-mails) e na criação e coordenação de produtos digitais, atuando no Jornalismo Digital e no Marketing de Conteúdo.
RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments

Vera Lucia Pires Goulart on O suicídio nas redes sociais
Bruno Allemand on O suicídio nas redes sociais
Fábio Célio Ramos on O suicídio nas redes sociais
vivi bevilacqua on O suicídio nas redes sociais
Affonso Estrella on O suicídio nas redes sociais
Luís Meneghim on O suicídio nas redes sociais