Santa Catarina mobilizada mais uma vez por causa da chuva e veículos intensificam cobertura online

Padrão

Cidades de Santa Catarina, principalmente nas regiões do Vale do Itajaí e do Norte, estão em alerta por causa da chuva que castiga o estado desde a última quinta-feira. Em seus canais próprios e seus páginas em redes sociais, os veículos locais e estaduais estão fazendo a cobertura dos alagamentos e quedas de barreiras.

No Diário Catarinense, um mapa mostra as cidades atingidas até o momento pela chuva.

Além do Diário Catarinense, outras fontes de informação sobre a chuva em Santa Catarina:

A Notícia – Joinville
Notícias do Dia – Joinville
Notícias do Dia – Florianópolis
Informe Blumenau – Blumenau
Santa – Blumenau
TV Brusque – Brusque
Município Dia a Dia – Brusque
Diário Alto Vale – Agrolândia
O Correio do Povo – Jaraguá do Sul

(Lista em atualização – acrescente sugestões na caixa de comentários ou pelo e-mail alexandre@primeirodigital.com.br)

No Facebook, as páginas dos veículos está na lista Cobertura da Chuva em SC.

Ainda sobre “Comentários na berlinda”

Padrão

Meu xará Alexandre Gonçalves, o do Informe Blumenau, reproduziu o post Comentários na berlinda do Primeiro Digital lá no site dele, fazendo algumas reflexões sobre a participação dos leitores:

É claro que o grande barato da Internet  diz respeito a esta via de mão dupla da comunicação, mas não entendo ser esta uma justificativa para abrir espaço para determinadas situações: manifestações preconceituosas, ofensas pessoais, acusações sem as devidas comprovações e os “fakes”, gente esclarecida que acha legal falar dos outros com uma máscara, escondendo a identidade e, também, os interesses. (…)

Em respeito aos leitores e aos bons debatedores, decidimos por moderar os comentários. Perde-se um pouco em agilidade, ganha se em qualidade, assim entendemos. Quando publicamos no Facebook, eles são inevitáveis. Alguns nos incomodam bastante. Mas lá não podemos fazer muita coisa.  Mas aqui no Informe, queremos contribuir com respeito, somando as diferentes opiniões.

Leia o post completo no Informe Blumenau.

Vote na enquete:

Na sua opinião, os comentários em sites e blogs devem ser:

Veja resultados

Carregando ... Carregando ...

Veja todas as enquetes do Primeiro Digital

Aquela chuva de 2008

Padrão

Santa Catarina está mobilizada por conta da previsão de muita chuva. Governo, prefeituras e população estão ligados e os veículos de comunicação usam todas as suas plataformas, incluindo portais, sites e redes sociais para manter o público informado e em alerta (espero que na dose certa).

Toda a mobilização me fez voltar no tempo. Novembro de 2008, quando tivemos uma das grandes tragédias no estado provocada pelas chuvas – a primeira em tempos de redes sociais e que, na minha avaliação, continua sendo um case que ajuda a entender a importância do jornalismo cidadão.

Registrei no Coluna Extra, em post publicado no dia 24 de novembro de 2008, com o título Informação e população mobilizada pela internet. O foco era a facilidade de acesso à dados oficiais e a publicação de informações em blogs e no Twitter, um então quase desconhecido que não era usado na época nem pelos veículos nem por órgãos como Defesa Civil e Bombeiros, como é hoje.

Escrevi lá:

Continue lendo

Entre boatos e robôs, um jornalismo necessário

Link

Paralelamente ao mar de desinformações que povoa a internet, surgem também iniciativas que monitoram boatos e desmentem os hoax. Sites como E-farsas e Boatos.org compilam teorias conspiratórias e apontam para notícias antigas que voltam a circular como se fossem atuais. Até mesmo o Senado Federal – também um alvo de rumores, como a suposta aprovação da “bolsa prostituição” – alertou para o risco e preparou um guia para identificar mentiras.

Leia o artigo completo de Dairan Paul
Mestrando no POSJOR/UFSC e pesquisador do objETHOS
.

Jornal acerta no impresso, mas poderia explorar melhor conteúdo de leitor no site

Padrão

A edição deste fim de semana do jornal Notícias do Dia dedicou duas páginas para a publicação de um conteúdo produzido por um leitor. No total, o ND publicou 29 fotos que Giomaria de Bona fez de prédios públicos e privados, monumentos, placas e outros locais de Florianópolis que foram alvo de pichadores.

As pichações nem chegam a ser novidades para os moradores da capital catarinense. O que impressiona na versão impressa do ND é o conjunto da obra. Reunidas, as imagens de prédios como o da Alfândega, um dos mais importantes na história da cidade, causam ainda mais indignação.

Só faço dois reparos na versão publicada no site do ND:

Continue lendo