Do blog @mauriciostycer: Rio-2016 marca transição de Globo e NBC da televisão para a Internet

Link

Se seguir a tendência dos últimos Jogos Olímpicos, a audiência global da Rio-2016 será ainda maior do que a de Londres. Mas a maior mudança será notada na forma de acompanhar os eventos. Pela primeira vez, a expectativa é que mais gente veja a cobertura das grandes emissoras por meio de aplicativos online do que pela própria televisão.

A NBC, que pagou US$ 1,3 bilhão (cerca de R$ 4 bilhões) pelos direitos de transmissão da Rio-2016, promete exibir 2 mil horas de conteúdo por meio de 11 canais de TV e mais 4.500 horas pelo seu aplicativo online e por seu site. (…)

A Globo não tem números exatos a respeito. Promete exibir 1.000 horas, entre TV e plataformas digitais, sem especificar. Mas é fácil constatar que também exibirá volume maior fora, incluindo conteúdo exclusivo de competições, via internet. O SporTV, canal pago do grupo, terá 16 canais na TV e 40 em seu aplicativo. A emissora promete, assim, transmitir 100% das competições.

Leia o post completo no blog do jornalista Maurício Stycer no UOL.

rio 2016

Olimpíada 2016: Google apresenta o Rio de Janeiro além do mapa

Padrão

Que baita material produzido pelo Google usando para apresentar o outro lado do Rio de Janeiro nesta semana de abertura da Olimpíada 2016. Além do Mapa é um exemplo de como sempre dá para ir além do vídeo e incluir outros elementos que ajudam a tornar o conteúdo muito mais interativo e, por isso mesmo, muito mais interessante.

As histórias das favelas do Rio e seus personagens ganham ainda mais destaque pela forma como são contadas em Além do Mapa. Medalha de ouro e um respiro vindo da internet para o tanto de conteúdo meloso que já temos presenciado pela dona dos jogos, a TV.

Assista Rio: Além do Mapa.