O leitor que não lê ataca novamente

Padrão

Estive em Criciúma na última quarta-feira (27) participando da Arena Criativa, evento promovido pela Falculdade SATC e que reúne palestras e workshops na área da comunicação. Fui falar sobre SEO (Otimização para mecanismo de busca), mas comecei abordando os novos hábitos de consumo de informação, partindo da “preferência” de ficar (ou se sentir) informado no Facebook. Citei novamente também uma sensação que sempre tive de que os leitores de internet simplesmente não leem. Estão no Facebook, veem uma manchete e já vão para os comentários, antes mesmo de clicar e ler o texto do link compartilhando.

O exemplo que sempre cito é o da morte do ator Paul Walker, astro de “Velozes e Furiosos”, ocorrida em  2013, em um acidente de trânsito. A manchete da Folha S.Paulo na internet atraiu comentários qualificando Walker como “irresponsável” por levar para as ruas, para a vida real, o jeito de dirigir dos filmes. O problema é que o ator não estava ao volante, estava no banco do carona.

Na sexta-feira, no Facebook (onde mais seria?), vi mais um exemplo dessa “mania” (preguiça?) de não clicar, não ler, mas comentar com gosto.

Na série sobre rádio que estou produzindo para o Portal Making Of, de Florianópolis, publiquei uma reportagem com um balanço do processo de migração das emissoras AM para o FM em Santa Catarina. Entre as informações que constam no texto está a situação de 54 emissoras que dependem do desligamento do sinal analógico de TV para que sejam liberados dois canais e abra espaço no FM para a migração.

Esse é o caso de Florianópolis. Todas as rádios AM (incluindo as principais: CBN-Diário e Guarujá) terão de esperar mais para migrar, contando que o desligamento do sinal analógico de TV ocorra como o planejado, no início de 2018.

Tudo isso está detalhado e destacado no texto do Portal Making Of. Ainda assim, um curtidor deixou nos comentários do post no Facebook do Making Of um pedido aparentemente em tom indignado:

“Mas e a Guarujá e a CBN? Queremos poder ouvir futebol no celular da internet”.

Se tivesse CLICADO no link e SAÍDO DO FACEBOOK, saberia exatamente qual a situação da Guarujá e da CBN-Diário em relação à migração para o FM.

Você tem alguma informação ou comentário para acrescentar a este conteúdo?