Eleição 2016: Como preparar o site para a apuração online dos votos

Padrão

Dia de eleição é um dia especial nas redações. Neste dia 2, não será diferente. O plantão é reforçado para dar conta da cobertura do voto dos candidatos, dos casos de boca de urna e dos problemas nas seções eleitorais. Mas para os sites o grande momento em dia de eleição começa às 17h com o encerramento da votação e o início da apuração. É quando cresce a expectativa pelo início da contagem dos votos, mas também para ver se a apuração em tempo real irá funcionar corretamente e, principalmente, se os servidores do site irão suportar o aumento considerável de acessos simultâneos ao site.

Por isso, pedi ao meu amigo Tatto de Castro, da ServerDo.in, parceira do Primeiro Digital, para dar algumas dicas sobre os cuidados técnicos que os sites devem ter para evitar falhas durante a apuração online.

Tatto e a equipe da ServerDo.in são especialistas em serviços de hospedagem, atendendo inclusive sites de jornais em Santa Catarina, como o Notícias do Dia, Diarinho e Município Dia a Dia. “Em uma eleição municipal em que a TV e o rádio não conseguem dar uma cobertura tão detalhada, a internet se sobressai”, diz Tatto. “A nossa avaliação histórica indica que o fim do dia do dia 2 de outubro representa um dos 3 maiores volumes de acesso do ano”.

Além do cuidado com os servidores, a apuração pede ainda cuidado com a comunicação do site com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “O TSE possui um sistema de disponibilização de dados que vem sendo aperfeiçoado nas últimas seis eleições e libera as informações para que sites, TVs e agências de notícias os utilizem em suas coberturas, diz Tatto.

Os votos são apurados localmente pelos Tribunais Regionais Eleitorais que recolhem todas as Memórias de Resultado com os dados das votações das urnas, sumarizam e transmitem por uma rede segura do TSE para atualizar do sistema de votação. “O tribunal disponibiliza um programa que é desenvolvido em Java e que se conecta na rede segura do TSE e faz download de vários arquivos com extensão .xml”, explica. “Esse arquivo é colocado em uma pasta e a equipe técnica do site tem que fazer um programa que lê esses arquivos .xml e os insere no banco de dados ou criem as páginas com resultado”.

Leia a entrevista com Tatto de Castro.

Foto divulgação do TSE (no Instagram do Primeiro Digital - @primeirodigital - brinquei que essa é a foto mais usada pelos sites nos conteúdos sobre eleições. Confirma?)

Foto divulgação do TSE (no Instagram do Primeiro Digital – @primeirodigital – brinquei que essa é a foto mais usada pelos sites nos conteúdos sobre eleições. Confirma?)

 

Primeiro Digital – O que pode provocar problemas no momento em que a apuração começa? Quais os problemas mais comuns?

Tatto de Castro – O problema mais comum é causado por um pico de acesso. Sites que trazem resultados de eleição terão crescimento de audiência de mais de 500% durante a apuração. Com o pico de acesso o problema mais comum é o site que não está acostumado a ter aquele volume de acesso ficar fora do ar por causa de excesso de tráfego ou da sobrecarga de servidores. Por isso é importante alinhar com a equipe técnica que aquela é uma data especial e que ajustes devem ser feitos levando em consideração o aumento da audiência.

Primeiro Digital – Como deve se estruturado o servidor do site para aguentar o pico de acessos?

Tatto de Castro – A equipe de infraestrutura deve possuir um benchmarking, saber quantas pessoas fazendo acessos simultâneos o seu site tem capacidade de aguentar com a estrutura atual. A partir disso, é preciso estimar o crescimento do volume de acesso. A análise histórica de nossos clientes nos leva a crer que o crescimento chegue a ser de 500% da média normal para um dia de semana, não para um domingo. Mas com a divulgação através de redes sociais, o link da página de apuração de um site pode viralizar e isso criar um cenário de crescimento de 1.000% a 2.000% na audiência. No caso dos clientes da ServerDo.in, buscamos aplicar uma otimização no uso da infraestrutura de servidores e trabalhar com cache de conteúdo. É fundamental um alinhamento entre a equipe editorial e a equipe técnica que deve estar ciente do aumento no volume de acessos.

Primeiro Digital – Como pode ser a conta para estimar o pico de acessos? Durante o início da apuração?

Tatto de Castro – Como eu respondi anteriormente, um histórico dá uma visão. Trouxe um histórico de nossos clientes, mas o resultado de audiência depende de divulgação da marca, sua credibilidade e uma série de fatores. É recomendado um aumento preventivo da capacidade ou então ativação de regras de cache para ganho de escala no volume de acessos. Além disso o acompanhamento durante a apuração é fundamental. Deve existir um alinhamento entre as equipes técnicas e editoriais nos meios de comunicação.

Primeiro Digital – Qual a importância de fazer os testes com antecedência com os servidores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)?

Tatto de Castro – Ao longo do ano o TSE promove reuniões e disponibiliza testes que permite os sites aprimorar o recebimento e a apresentação dos votos. Esta etapa é importante para deixar a comunicação entre os canais. Apesar do volume enorme de acessos o sistema do TSE funciona de maneira estável durante a apuração. Se o único canal para acompanhar a apuração fosse o TSE, o sistema com certeza não aguentaria o volume de acessos e a informação seria passada de maneira muito mais lenta. Por isso, a importância dos sites se prepararam corretamente para prestar esse serviço importante para os eleitores. Os testes ajudam nisso. Com muito mais opções de onde se obter a informação sobre a apuração eleitoral nenhum dos canais fica sobrecarregado embora todos tenham um aumento significativo na sua audiência.