Mapa Mental 🤔 #36 | A contagem regressiva para o fim de um jornal

Padrão

por ALEXANDRE GONÇALVES

Nesta edição do Mapa Mental:

– A contagem regressiva para o fim de um jornal
– Cantinho do #TBT
– O futuro do podcast
РUOL lan̤a mais um podcast
РHBO usa podcast em comunica̤̣o de nova s̩rie
Na onda do podcast
– Spoiler da era da voz
– Primeiro Digital no seu WhatsApp


A contagem regressiva para o fim de um jornal

Como falei no episódio 01 do podcast agente POD, o fim dos jornais impressos para ficar só no digital é inevitável. O problema é saber como fazer a transição. Reduzir ainda mais a redação e correr o risco de errar na recompensa para reter a base de assinantes são pontos críticos no processo. E cruciais para que a sobrevida no digital seja bem sucedida.

Esta é a expectativa vivida aqui em Santa Catarina com fim dos jornais do Grupo NSC. Dia 26 circulam as últimas edições de DC, AN, Santa e Hora. Depois, só na internet e na revista semanal distribuída aos assinantes nos fins de semana.

O modelo não é novo no Brasil e segue uma tendência mundial. Mas não deixa ser estranho acompanhar o fim de três jornais que fizeram história, foram referência em conteúdo e inovação, além de casa de grandes jornalistas.

O fim dos impressos do DC, AN e Santa marca de certa forma o fim de uma era no jornalismo de Santa Catarina. Os três, junto com o já extinto O Estado, que nem consegui virar a chave para a internet, durante muitos anos – nos anos 70, 80 e 90 –  mantiveram sucursais nas principais cidades catarinenses. Assim, levavam aos seus leitores uma ampla cobertura do noticiário estadual. Eram outros tempos, a circulação ficou cada vez mais restrita, e agora fica a expectativa de como a história será contada depois do dia 26 de outubro.

Cantinho do  #TBT 

Nunca trabalhei no Diário Catarinense. Fiz uma ponta editando o site de eleições do DC Online, em 2008, quando trabalhava no clicRBS, mas nunca colaborei com o impresso.

Mas se não escrevi para o DC, fui fonte na coluna Contracapa, do jornalista Marcos Espíndola, que deu um espaço generoso em setembro de 2009 para o Rock SC, a videoteca das bandas catarinenses, que eu havia acabado de lança na internet.

Foi um impulso para o meu projeto pela relevância conquistada pelo Marquinhos. Divulgação na hora certa e no lugar certo.

Talvez o fim de espaços nobres como era o Contracapa, com público cativo e fiel, lá atrás, para reduzir custos e mudar linha editorial, ajude a entender o destino de jornais como os do Grupo NSC. Afinal, desde quando abrir mão de leitor é garantia de futuro para qualquer veículo?

O futuro do podcast

Em sua mais nova edição, o Boa Noite Internet, do pioneiro Cris Dias, reuniu produtores de podcasts para um bate-papo sobre o presente e, principalmente, do futuro do formato no Brasil.

A conversa foi gravada no Fire Festival e rendeu bons comentários e insights sobre como tirar proveito do podcast. Anotei dicas sobre criar programas com edição mínima, o que agiliza vida de quem é produtor independente.

Também destaco temas como trabalhar conteúdos de nicho para atrair comunidades e criar conexões emocionais com quem tem paixão por determinado assunto.

Outro ponto que rendeu na conversa ancorada por Cris Dias foi a retenção de ouvintes, talvez a métrica mais importante dos podcasts que é a quantidade de pessoas que ouvem os programas  ate o final.

Ouça o Boa Noite Internet.

UOL lança mais um podcast

O UOL Vê TV, comentário em vídeo do colunista de televisão Maurício Stycer, virou podcast. E agora Stycer não fala sozinho. Está muito bem acompanhado pelos também colunistas do UOL Chico Barney e Flávio Ricco. Toda quarta um novo episódio.

Ouça UOL Vê TV.

Aliás

O modelo de coluna publicada pelo veterano jornalista Flávio Ricco foi a inspiração para a criação da coluna Mapa Mental deste Primeiro Digital. Acesse Flávio Ricco no UOL.

HBO usa podcast nova série

O HBO estreou domingo a série Watchmen, baseada na HQ criada por Allan Moore. E como peça na estratégia de comunicação, o canal criou um podcast que é distribuído logo após a exibição de cada episódio.

Ouça o trailer.

Na onda do podcast

Tweet perspicaz sobre a descoberta dos podcasts em 2019.

Spoiler sobre a era da voz

Ao destacar o RD Summit que fala, no Mapa Mental #35, fiz uma nota sobre o tema da palestra do consultor Edney Souza. Ontem, nas redes sociais, ele antecipou os tópicos sobre o fim dos likes e a era da voz. Reproduzo abaixo.

O cenário:

– Instagram já não mostra os Likes e o Facebook segue pelo mesmo caminho. â €

– Ao mesmo tempo as pessoas estão migrando para conversas privadas, comunidades e grupos. â €

– Mark Zuckerberg inclusive prometeu um app que concentra mensagens de WhatsApp, Instagram e Facebook Messenger.â €

– Paralelo vemos o crescimento dos dispositivos de voz e as conversas se tornando a principal interface com o consumidor.â €

Nessa palestra você vai aprender:⠀

– Como e porque essas mudanças estão ocorrendo.â €

– O que você precisa mudar em suas campanhas nesse novo mundoâ €

– Como medir o sucesso no mundo da vozâ €

РComo otimizar a prodṳ̣o de conte̼do: existe SEO para voz?

Primeiro Digital no seu WhatsApp

Entre no Grupo Primeiro Digital e receba atualizações direto no seu WhatsApp. Clique aqui para entrar. 🚪

Entre no Grupo e receba as atualizações por WhatsApp

 

Mapa Mental é a coluna de notas e insights do Primeiro Digital. Sempre às terças uma nova edição.

Todas as colunas.


Receba as atualizações por e-mail. Saiba como.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *