Mapa Mental 🤔 #15

Padrão

por ALEXANDRE GONÇALVES

Nesta edição:

– A hora do Pinterest
– Facebook vira limbo?
– #SílvioGagá
– A conta não fecha, Justus
– Arte da Fuga
Floripa Centro
– Citação pela metade


A hora do Pinterest 

A consultora Liliane Ferrari esteve em Florianópolis nesta segunda-feira (27) para ministrar um “aulão” sobre mídias sociais. Com uma longa trajetória na área, Liliane levantou algumas questões importantes para quem já trabalha com produção de conteúdo para blogs e redes sociais. Foi aquela palestra que muitos clientes (donos e gestores de marketing de empresas) deveriam assistir e prestar muita atenção para analisar como lidam com seus canais digitais e para abrir os olhos para outras possibilidades.

E neste caso, o recado da Liliane é direto e reto: “O momento de entrar no Pinterest é agora”.

Especialista e entusiasta da rede dos pins, Liliane acredita que o que torna o Pinterest uma plataforma interessante é o fato de ter um propósito. E isso atrai um público diferente das outras redes sociais, como o Facebook. “Ninguém entra no Pinterest para deixar um comentário xingando a foto de um bolo, por exemplo”.  Outro atrativo destacado pela consultora é a busca do Pinterest. “Os resultados são mais relevantes”, disse.

Qualificar o público e flexibilizar a rotina

Liliane ressaltou, por exemplo, a importância de qualificar o público. Fale-se, inclusive, em perfis fechados no Instagram, por exemplo. Serão poucos seguidores, mas que realmente se interessam pela marca. Neste contexto, cabe a reflexão sobre uso do Facebook e do impulsionamento de posts. “Não é o dinheiro que manda. É o conteúdo”, disse a consultora. “Tem que sair dessa de só Facebook”.

Outro recado importante dado pela Liliane foi sobre rotinas de atualização. Ela sugeriu um trabalho menos amarrado. “Por exemplo, não existe horário nobre em rede social. Cada marca encontra seu horário”, defendeu. Liliane também propõe uma rotina mais flexível em termos de quantidade de publicações. “Faça menos”, sugeriu, caso num determinado período a marca não tenha novidades para contar.

Facebook vira limbo?

Sai do “aulão” da Liliane pensando no desafio que é levar para o Pinterest as empresas que insistem em apostar no Facebook quase como âncora de suas estratégias digitais. Se a curva da rede do Zuckerberg já estão na descendente e redes com melhor qualificação (como o Pinterest) crescem, quem está no Facebook já está num limbo?

O desafio é identificar o potencial do Pinterest para ações de empresas de qualquer tipo de negócio e segmento. E depois, reunir os argumentos para conversar a criação de contas e a migração parcial ou total das ações. Ou menos, reduzir o “peso” do Facebook na estratégia.

Por falar em propósito e qualidade em rede social…

Facebook derruba contas de extrema-direita e apaga fake news.

#SílvioGagá

Sílvio Santos veio ali e decidiu: no SBT não se mostra mais no vídeo as hashtags dos programas da casa. Segundo o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, não se sabe ao saber o motivo, mas a decisão desagradou os profissionais do SBT. Mas especula-se que seja falta de conhecimento do “patrão”, que não entendeu o propósito da exibição das hashtags. No duro?

A conta não fecha, Justus

Se Sílvio subestima, Roberto Justus superestima o potencial da internet.

Em entrevista publicada na coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo no domingo (25), o publicitário/apresentador fez críticas e questionou os números do Ibope sobre O Aprendiz, seu reality show exibido na Band.

O programa não dá 1 ponto de audiência e Justus culpa o Ibope. Ele fala que o número não bate com a repercussão nas redes sociais, como explica o colunista Maurício Stycer, do UOL.

Acredito que a chiadeira não seja a presença ou não do programa nos trending topics, mas sim na própria concepção desta edição de O Aprendiz, só com youtubers e influenciadores digitais. Fizeram a popular conta de padeiro, imaginando que a audiência dos canais dos participantes migraria para a TV. Só que não, né?

Ser fã e acompanhar um canal no YouTube tem mais a ver com preferir a plataforma digital e a ubiquidade que proporcionar do que sintonizar na tela da Band, toda segunda-feira, às 22h. A conversão não é automática nem tão fácil. Ou seja, 1 + 1 não é 2, Justus.

Arte da Fuga

Gabriel Rocha, jornalista que foi editor-executivo da equipe que montei para o projeto RIC Mais, coloca na praça o seu site Arte da Fuga, para falar de assuntos que ele entende demais. “Há uns anos eu registrei o domínio pra desovar textos sobre música, cinema, literatura e coisa e tal, mas só agora me cocei pra botar no ar”.

Acesse: www.artedafuga.com.br

É Floripa Centro

Billy Culleton, jornalista argentino radicado em Florianópolis há muitos anos e com passagens pelo Diário Catarinense e pelo curso de jornalismo da Estácio, lançou na última semana o site hiperlocal de notícias Floripa Centro. A proposta é abordar exclusivamente novidades e histórias do Centro de Florianópolis.

Acesse: www.floripacentro.com.br

Citação pela metade

A tradicional coluna sobre economia do jornal A Notícia, de Joinville, e editada pelo jornalista Claudio Loetz, publicou uma nota destacando um levantamento produzido pelo colega Fabrício Rodrigues em seu SC Inova (que você que acompanha o Primeiro Digital já conhece). Ótimo. É sempre uma conquista quando um veículo tradicional se “rende” ao conteúdo produzido por um projeto independente, como já ocorreu outras vezes.

Mas neste caso, para tirar um dez, falou a gentileza de acrescentar o link para o estudo completo publicado no SC Inova. Não custava nada. Coloca um target=”_blank” e fica tudo certo, cada um na sua janela. De todo o caso, parabéns ao Fabrício e pela relevância que o site vem conquistando na cobertura do setor de tecnologia de Santa Catarina.

 Mapa Mental é a coluna de notas e insights do Primeiro Digital. Sempre às terças, uma nova edição.

Todas as colunas.


Receba as atualizações por e-mail. Saiba como.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *